Fale conosco

O que vc está procurando?

Revista Atrevida

Fashion

Brechós e moda sustentável

Com clientes cada vez mais conscientes dos impactos ambientais causados pela fast fashion (moda rápida), que prioriza a fabricação desenfreada e de baixo custo, a tendência da moda sustentável se tornou aspecto necessário na hora de efetuar a compra

Brechós e Moda Sustentável
Brechós e Moda Sustentável (Canva Fotos)

A necessidade de ganhar uma renda extra após a crise econômica causada pela pandemia trouxe a muitos lojistas a ideia de brechós online – peças-chaves da moda sustentável – com peças vintage e retrô para dar um novo destino a peças que antes saíam rapidamente do cenário da moda.

Segundo a Revista Brasileira de Pesquisas de Marketing, Opinião e Mídia, desde 2015 a tendência de compras em brechós aumentou rapidamente e os principais compradores são do gênero feminino entre 18 e 25 anos.

A modelo e empresária Fernanda Lacerda é uma das compradoras que aderiram ao brechó depois de se conscientizar pela sustentabilidade e o reuso, sem preconceito, de peças de segunda mão. A adesão lhe abriu um novo olhar sobre a moda e irá lançar em breve uma marca própria com o mesmo propósito de qualidade de vida.

“Muita gente ainda pensa que nos brechós são vão encontrar peças velhas e sem graças, mas acontece exatamente o contrário. São peças que permanecem em alta e que podem ser arrematadas por um valor muito mais em conta. E a dica é: gostou da peça, não pense muito pois ela é única! Compre no mesmo dia.”

Slow fashion

Segundo especialistas, a comercialização de peças seminovas em brechós, permite uma economia de até 80% em relação às lojas convencionais. Logo, ser assertivo na escolha de um item gera menor descarte e auxilia na moda sustentável.

Com clientes cada vez mais conscientes dos impactos ambientais causados pela fast fashion (moda rápida), que prioriza a fabricação desenfreada e de baixo custo, a tendência da moda sustentável se tornou aspecto necessário na hora de efetuar a compra.

E é nesse cenário que entra a slow fashion, com uma visão mais humana sobre consumo e o desejo de apoiar o comércio local.

A moda lenta, como o próprio nome sugere, tem relação com peças dos anos 80 e 90 que por obterem tamanha versatilidade na composição dos looks se tornaram atemporais. Stylists afirmam que outro fator fundamental na aquisição das peças de brechós está na qualidade dos tecidos e seus acabamentos, já que foram produzidas em uma época em que o foco estava na duração da roupa e não na produção em massa para incentivar o alto consumo.

“Quando vou fazer uma produção gosto de ousar, e os anos 80 trouxe um estilo muito extravagante, com muitos tecidos brilhantes e acessórios em metal com cores fortes e vivas. Por isso é importante garimpar e ter paciência para ser assertivo na compra das peças”, afirma Fernanda.

Mais notícias para você

Fashion

Thiago Biagi falou sobre a importância do mercado se adaptar aos corpos e a diferentes segmentos

Fashion

Museu confirmou que tema será conectado com a edição de 2022

Fashion

Atrevida te ajuda a reutilizar as camisetas perdidas no fundo do armário

Fashion

Influenciadora traz dicas para deixar a sua próxima estação ainda mais fashion